IV Reunião Nordestina de Ciência do Solo destaca o uso sustentável do solo na segurança alimentar

Conciliar a produção de alimentos junto à preservação ambiental. Esse foi o objetivo da IV Reunião Nordestina de Ciência do Solo promovido em Teresina, Piauí, pelo Núcleo Regional Nordeste entre os dias 27 e 30 de novembro, em parceria com a Embrapa Meio-Norte e a Universidade Estadual do Piauí. O evento contou com a presença de 500 participantes entre pesquisadores, professores e estudantes, além de 550 trabalhos inscritos 21 palestras, cinco conferências, dois seminários, quatro mesas-redondas e minicursos, além da realização do 1º Simpósio de Ciência do Solo.

Participaram da solenidade de abertura o chefe-geral da Embrapa Meio-Norte, Luís Fernando Leite; o coordenador científico do evento, Enrique Antônio; a vice-reitora da UESPI, Bárbara Melo; o pró-reitor de pesquisa do Instituto Federal de Educação do Piauí (IFPI), José Luiz Silva; o diretor do Centro de Ciências Agrária da Universidade Federal do Piauí (UFPI), Paulo Ramalho; o presidente do Crea-PI, Paulo Oliveira e a presidente da SBCS, Fatima Maria Moreira.

A presidente da SBCS destacou o protagonismo da Sociedade no fortalecimento da pesquisa em ciência do solo e na proposição de redes regionais. Para o diretor do Núcleo Regional Nordeste da SBCS, Júlio César Nóbrega, a temática é muito importante para o Piauí. “Se consideramos o fato que hoje o estado é uma fronteira agrícola, conciliar a produção de alimentos junto à preservação ambiental é a nossa preocupação. Queremos que a região cresça em termos de produção, mas sem desconsiderar as questões ambientais, um não vive sem o outro”.

O evento contou com o apoio do Governo do Piauí, CNPq, CAPES, Aprosoja, Terra Brasileira, Banco do Nordeste e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí ( FAPEPI).

Prêmio Nordeste de Ciência do Solo

Pela primeira vez, o Núcleo Regional Nordeste da SBCS concedeu o Prêmio Nordeste de Ciência do Solo que será conferido a cada edição do evento para reconhecer o trabalho de pesquisadores que atuam para o desenvolvimento da Ciência do Solo na região Nordeste.  O agraciado foi Luiz Bezerra de Oliveira.

Para as pessoas que o conhecem, o homenageado é considerado a memória viva da SBCS. Seu nome consta na história oficial da SBCS desde 1965, quando ingressou na diretoria como conselheiro. Antes disso, já participava dos eventos e era um entusiasta da ideia de reunir pessoas interessadas na Ciência do Solo no Brasil. Luiz Bezerra é natural de Pernambuco, formado em Química Industrial em 1946 e especialista em solos em 1955 pela UFRRJ. Ao longo de sua carreira, atuou no DNCS – Departamento Nacional de Obras contra as Secas, na Seção de Solos do Instituto Augusto Trindade de Souza no IPEANE – Instituto de Pesquisas e Experimentação Agropecuárias do Nordeste e na Embrapa, onde permaneceu até se aposentar em 1994. Atuou também como professor convidado na UFRPE e UFSM. Destacou-se por suas pesquisas em solos do Nordeste brasileiro com ênfase em Física do Solo. Entre os trabalhos desenvolvidos, destacam-se a publicação de mais de 60 trabalhos científicos; a coordenação da equipe que publicou o Manual de Métodos de Análise de Solo e o livro “Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, um olhar sobre sua história”.

Fonte: Embrapa Meio-Norte

A IV Reunião Nordestina de Ciência do Solo promovido em Teresina, Piauí, pelo Núcleo Regional Nordeste da SBCS