Lúcia Anjos é a nova representante do Brasil no ITPS da FAO

A professora do Departamento de Solos da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e diretora da Divisão 1 da SBCS (Solo do Tempo e no Espaço), Lucia Helena Cunha dos Anjos, foi nomeada representante do Brasil no Intergovernmental Technical Panel on Soils (ITPS) da FAO/ONU). A indicação do nome da professora Lúcia Anjos foi consenso entre a SBCS, Embrapa, Instituto Agronômico de Campinas (IAC) e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa)

O Painel Técnico Intergovernamental sobre Solos (ITPS) foi criado na primeira Assembleia Plenária da Global Soil Partnership (GSP), realizada na sede da FAO, em Roma, em 2013 e é composto por 27 especialistas em solo, representando todas as regiões do mundo. A principal função do ITPS é fornecer aconselhamento científico e técnico e orientação sobre questões globais do solo para a Parceria Global do Solo (GSP), principalmente, para solicitações específicas apresentadas por instituições globais ou regionais. O ITPS defende a gestão sustentável do solo nas diferentes agendas de desenvolvimento sustentável. Os novos membros foram efetivados na Sexta Assembleia Plenária do Global Soil Partnership (GSP), que aconteceu entre os dias 11 e 13 de junho, na sede da FAO, em Roma, e terão mandato ate 2021.

Para a professora Lúcia, a participação do Brasil no ITPS/GSP é uma oportunidade de compartilhar pesquisas e tecnologias geradas nas várias instituições brasileiras, com pioneirismo em solos e ambientes tropicais, bem como as políticas implementadas pelo MAPA. “A permanência do Brasil, entre os representantes da Aca Latina e Caribe indicados para esse mandato permitirá prosseguir e aprofundar ações iniciadas no mandato anterior pela pesquisadora Maria de Lourdes Mendonca Santos (Embrapa Solos)”, disse Lúcia Anjos.

Voltar