O Manifesto destaca a importância da comunicação pública da ciência em periódicos com credibilidade

31/01/2024

A SBCS está integrando uma iniciativa que reúne outras sociedades científicas das ciências agrárias em um Manifesto contra práticas de comunicação científica questionáveis. O documento, assinado pela presidente Maria Eugênia Escobar, foi encaminhado à presidência da Capes no dia 29 de janeiro.

O Manifesto destaca a importância da comunicação pública da ciência em periódicos que promovem o acesso à informação e a colaboração entre pesquisadores. No entanto, algumas editoras e pesquisadores têm adotado práticas questionáveis ao divulgar resultados de trabalhos em editoras que não valorizam o ineditismo; cobram taxas para acelerar publicações praticamente sem revisão, assediam os pesquisadores, usam nomes semelhantes aos de veículos científicos respeitáveis para induzir pesquisadores a acreditar que estão submetendo seus trabalhos a locais legítimos. Por outro lado, há pesquisadores comercializando participação em artigos ou envolvendo-se em colaborações duvidosas para inclusão de nomes em artigos.

O documento alerta a Capes para o problema, pede providências em termos de políticas editoriais e alerta pesquisadores para a escolha cuidadosa das editoras ao submeterem seus artigos e, nem mesmo endossar tais práticas predatórias à integridade da ciência.

O Manifesto da SBCS também ressalta o compromisso da Revista Brasileira de Ciência do Solo (RBCS) em seguir normas e recomendações de padrões de ética e responsabilidade na comunicação científica estabelecidas por instituições nacionais e internacionais.

A íntegra do documento pode ser conferida no link abaixo.

Manifesto – Práticas de comunicação científica questionáveis