Professor Victor Hugo Alvarez ganha prêmio IPNI Brasil de pesquisador sênior

Professor Victor Hugo Alvarez ganha prêmio IPNI Brasil de pesquisador sênior

O professor da Universidade Federal de Viçosa Victor Hugo Alvarez V. foi agraciado com o prêmio do IPNI- International Plant Nutrition Institute- na categoria pesquisador sênior. A premiação aconteceu durante a assembleia geral da Sociedade Brasileira de Ciência do Solo realizada na noite de quarta-feira, 17, em Araxá-MG onde está acontecendo a FertBio 2014- Reunião Anual de Fertilidade e Biologia do Solo.

O IPNI oferece, anualmente, prêmios em nível nacional e internacional com o objetivo de reconhecer e homenagear os profissionais que realizam trabalhos de excelência nas áreas de Nutrição de Plantas, Fertilidade do Solo e Fertilizantes. O prêmio foi entregue pelo Diretor do IPNI no Brasil, Luiz Ignácio Procnow e pelo vencedor do ano passado, o professor da UFLA, Alfredo Scheid.

O professor Victor Hugo em seu discurso ao receber o prêmio

Em seu discurso de agradecimento, o professor Victor Hugo dividiu o mérito da premiação com a equipe de pesquisadores da área de fertilidade do solo e nutrição de plantas do Departamento de Solos da UFV. “ Sem falsa modéstia, nossa equipe construiu na UFV uma boa escola  baseada na química, na física e físico-química para tratarmos de entender esta maravilhosa propriedade que é a fertilidade do solo”, disse o professor Victor.

O professor Victor Hugo é equatoriano, onde se formou em Engenharia Agronômica. Fez Especialização em Estatística Experimental pelo Instituto Superior de Estatística da Universidade de Paris (ISSUP), mestrado em Fitotecnia pela Universidade Federal de Viçosa e Doutorado em Ciência do Solo no México. É professor titular do Departamento de Solos da UFV desde 1974. Mesmo depois de aposentado, continua dando aulas e orientando estudantes de pós-graduação como professor voluntário. Tem mais de 160 trabalhos científicos publicados, é autor de vários livros e capítulos de livros técnico-cientificos. Foi orientador ou co-orientador de 113 dissertações de mestrado e 41 de doutorado. É membro da Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, também sediada na UFV.