SBCS perde Luiz Bezerra de Oliveira

É com grande pesar que a SBCS comunica o falecimento do seu sócio mais antigo e, certamente, um dos mais atuantes. Luiz Bezerra de Oliveira é considerado a memória viva da Sociedade Brasileira de Ciência do Solo. Seu nome consta na história oficial da SBCS desde 1965 quando ingressou na diretoria como conselheiro. Antes disso, já participava dos eventos e era um entusiasta da ideia de reunir pessoas interessadas na ciência do solo no Brasil. Ele faleceu  dia 17 de agosto, aos 96 anos, em Recife (PE). Lembrando também que Dr. Bezerra era sócio honorário, a presidente, Lúcia Anjos, em nome da SBCS, se solidariza com a família e com todos os que lamentam esta grande perda. “A SBCS perde um grande amigo e parte de sua história”, disse a presidente.

Dr. Bezerra, como é conhecido, é o autor do livro Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, um olhar sobre sua história, impresso pela primeira vez em 2004 e reeditado em 2007. O livro é uma contribuição inestimável à memória da SBCS porque registra todos os eventos já promovidos e como foram evoluindo e se transformando através dos tempos. Muitos foram fotografados pelo próprio Dr. Bezerra presente a quase todos até sua última participação, no Congresso Internacional de Ciência do Solo (WCSS), no Rio de Janeiro, em 2018 (foto), quando foi homenageado pela SBCS e pela Comissão Organizadora do evento,

Luiz Bezerra nasceu em 1924 em Pernambuco. Formado Químico Industrial em 1946, tornou-se especialista em solos em 1955 pela UFRRJ. Trabalhou no DNOCS- Departamento Nacional de Obras contra as Secas, na Seção de Solos do Instituto Augusto Trindade de Souza no IPEANE – Instituto de Pesquisas e Experimentação Agropecuárias do Nordeste e na Embrapa, onde permaneceu até se aposentar em 1994. Em sua longa carreira, também atuou como professor convidado na UFRPE e UFSM. Destacou-se por suas pesquisas em solos do Nordeste brasileiro com ênfase em Física do Solo. Publicou mais de 60 trabalhos científicos tornando-se referência obrigatória para quem estuda porosidade e água em solos nordestinos.

Uma das grandes contribuições do Dr. Bezerra à Ciência do Solo foi a coordenação da equipe que publicou o Manual de Métodos de Análise de Solo que teve sua primeira edição produzida pelo então Serviço Nacional de Levantamento e Conservação de Solos da Embrapa.