Definida a nova diretoria do NEPAR

 Diretoria para o biênio 2017-2019 será responsável por organizar a próxima edição da Reunião Paranaense de Ciência do Solo

A nova diretoria do Núcleo Estadual Paraná da SBCS (Nepar/SBCS) foi eleita durante a V Reunião Paranaense de Ciência do Solo (RPCS), em Maringá (PR) com a missão de continuar os objetivos e metas do Núcleo e organizar as próximas edições da RPCS, em 2019, que acontecerá em Ponta Grossa, e do Simpósio Brasileiro de Educação em Solos, em 2018, na cidade de Dois Vizinhos

A nova diretoria foi eleita por unanimidade e tem como diretor Oromar João Bertol, da sede do Instituto EMATER, em Curitiba; como vice-diretor, Jeferson Dieckow, da UFPR, de Curitiba; como secretário, Paulo César Conceição, da UTFPR, Campus Dois Vizinhos e como tesoureiro, Tiago Santos Telles, da sede do IAPAR, em Londrina. A nova gestão tem mandato até o final de 2018.

Durante a assembleia, foram destacadas as realizações da antiga diretoria, tal como a participação do NEPAR na Câmara de Vereadores de Curitiba e na Assembleia Legislativa do Paraná, divulgando a importância da conservação do solo. O ex-diretor, Arnaldo Colozzi, também comentou as parcerias que foram realizadas para patrocínios das reuniões técnicas e eventos, como a REDEAGRO, além da Itaipu, Secretaria Estadual de Agricultura e do Abastecimento (SEAB), Instituto EMATER, Agrisus, empresas e cooperativas, entre outras. Ele também mencionou o sucesso do atual site (www.sbcsnepar.org.br) e o crescimento da fanpage (www.facebook.com/sbcspr).

Nos projetos que têm feito, o Nepar superou as expectativas de publicações editadas, com destaque para o Manual de Adubação e Calagem para o estado do Paraná, já disponível durante a V RPCS/II SBSA, o Guia Prático de Biologia do Solo e a obra “Conservando os Solos”, que complementa materiais didáticos para educação básica. Na avaliação de Arnaldo Colozzi, o Nepar também tem se destacado na realização de diversos eventos que fazem com que o nome do Núcleo tenha mais relevância na área de ciência do solo.

“É um biênio que termina, mas na verdade foi um trabalho de quatro anos (2015-2016/2016-2017) em duas gestões e saio muito satisfeito. Acho que construímos uma base sólida para o Nepar com apoio de professores e pesquisadores do Paraná”. Estou feliz e vou continuar apoiando o trabalho da nova diretoria, disse Arnaldo Colozzi.

O novo diretor, Oromar João Bertol, promete manter o ritmo de atividades do Nepar. “Temos desafios expressivos pela frente, dentre eles elaborar o Manual de Manual de Manejo e Conservação do Solo para o estado do Paraná, realizar a VI Reunião Paranaense de Ciência do Solo e o V Simpósio Brasileiro de Educação em Solos, participar do PROSOLO, ampliar o número de associados, dinamizar as divisões especializadas e as comissões. Contamos com um grupo atuante, mas sabemos que há uma possibilidade de ampliarmos bastante este número e isso significa aumentar a força e trabalho. Os desafios do Paraná são grandes na área de conservação do solo e nas diferentes áreas de ciência do solo, e é preciso ver o Nepar como um instrumento de respostas aos desafios da SBCS referentes à ciência do solo

(Fonte: Nepar)

Diretoria Nepar

Os três presidentes do Nepar – SBCS. Gonçalo Signorelli de Farias, Arnaldo Colozzi Filho e Oromar João Bertol (Foto: Alanis Brito).

 

 

Voltar