Victor Hugo Alvarez

 

Victor Hugo Alvares V. é professor da Universidade Federal de Viçosa e tornou-se sócio honorário durante o XXXV CBCS, realizado em Natal-RN.

Aos 76 anos de idade, o equatoriano Victor Hugo pode se orgulhar de uma vida extremamente produtiva. Aposentado, continua ativo como professor voluntário e orientador da pós-graduação. No seu currículo os números são superlativos. Orientou ou co-orientou mais de 120 dissertações e 50 teses. Há pelo menos 200 pesquisadores neste país que podem, de fato, se denominarem pesquisadores porque assim foram formados pelo professor Victor Hugo. São,pelo menos, duas gerações de pesquisadores formados na mesma concepção do rigor cientifico defendido pelo professor. Da mesma forma, os milhares de alunos que teve em mais de 40 anos de docência aprenderam com o mestre que só a compreensão da ciência, o rigor na aferição dos dados e a paixão pela estatística são capazes de mantê-los atentos à “arte-ciência” de analisar dados para a tomada de decisões seguras e precisas na vida profissional.

Como pesquisador, publicou mais de 170 artigos e é autor ou organizador de 14 livros nas áreas de fertilidade do solo e análise de resultados e dezenas de artigos com reflexões sobre a utilização de estatística na ciência do solo, fundamentos estatísticos e técnicas experimentais. Seu rigor metodológico tem contribuído enormemente para a adequação da Ciência do Solo brasileira ao Sistema Internacional de Unidades.

O novo sócio honorário tem uma longa história de devoção à SBCS. Juntamente com o professor Roberto Novais, foi um dos idealizadores da publicação de Livros-texto e Tópicos em Ciência do Solo que têm feito tanta diferença na formação de milhares de estudantes em todo o Brasil. Tornou-se Conselheiro da SBCS em 1997, Vice-Presidente de 2001 a 2009 e depois Secretário Geral, quando liderou a adequação da estrutura administrativa da Sociedade Brasileira à da União Internacional da Ciência do Solo (IUSS). Nestes momentos, revelou outro traço da sua nobreza de caráter. Mesmo convicto em suas posições pessoais, o professor Victor é, genuinamente, um democrata em suas atitudes. Lutou pela descentralização da SBCS incentivando a criação dos Núcleos Regionais, Divisões e Comissões Especializadas. Liderou, desde 2007, a formação do primeiro Conselho Diretor representativo, que culminou com a formulação do novo Estatuto da SBCS, em 2009. Com a nova estrutura consolidada, tranquilamente afastou-se da SBCS para dar lugar aos mais jovens, incentivando neles, a necessária modernização tecnológica, sem, contudo, deixar de ser o gentil, perspicaz e solícito Conselheiro na genuína concepção da ideia.

A renovação tranquila do Conselho Diretor da SBCS na regência do novo Estatuto e das diretorias dos Núcleos Regionais e Estaduais, Divisões e Comissões Especializadas, agora, em 2015, são exemplos da competência, dedicação e da convicção do professor Victor Hugo na consolidação e fortalecimento da SBCS.

voltar