12/05/2021

A ci锚ncia do solo brasileira se destacou no evento promovido virtualmente pela FAO em parceria com o Global Soil Partnership (GSP) o Intergovernmental Technical Panel on Soils (ITPS), a Global Soil Biodiversity Initiative (GSBI) e a Science-Policy Interface of the United Nations Convention to Combat Desertification (SPI UNCCD), entre os dias 19 e 23 de abril. O Global Symposium on Soil Biodiversity teve como objetivo preencher lacunas cr铆ticas de conhecimento, identificar solu莽玫es escalon谩veis para desafios globais por meio da maior biodiversidade do solo e promover discuss茫o entre formuladores de pol铆ticas, produtores de alimentos, cientistas, profissionais e outras partes interessadas em solu莽玫es para viver em harmonia com a natureza

Cinco brasileiros atuaram como palestrantes e outros tr锚s como coordenadores que conduziram os trabalhos de sess玫es sobre biodiversidade do solo. Al茅m disso, o trabalho 鈥淐omparison between soil biodiversity at Rio da Gar莽a (degraded watershed) and Ribeir茫o Arrependido (preserved watershed) de autoria de Oswaldo Julio Vischi Filho, Oscar Y. Kanno, Raul B. Penteado, Roberto M. Arabori , Jo茫o Fl谩vio B. Caldas , Jorge A. Quiessi , Marcelo B. Camargo , Edna A. M. Scachetti, da Unicamp, foi eleito o terceiro melhor em um concurso de p么steres cient铆ficos sobre a biodiversidade do solo que foram votados pelos participantes durante o Simp贸sio.

Um total de 21 palestrantes renomados, com foco em 鈥淐omo as pol铆ticas e evid锚ncias cient铆ficas podem ser traduzidas em a莽玫es concretas para reduzir a perda de biodiversidade do solo鈥, estimularam as oito horas de sess玫es plen谩rias e seis sess玫es paralelas que enfocaram o estado do conhecimento sobre a biodiversidade do solo por meio de 96 apresenta莽玫es e discuss玫es interativas.

O Simp贸sio reuniu mais de 5.000 participantes de mais de 160 pa铆ses com representantes de governos, cientistas e profissionais que trabalham em 谩reas relacionadas, ONGs, sociedade civil, povos ind铆genas, comunidades locais e usu谩rios da terra. Al茅m disso, o simp贸sio chamou aten莽茫o especial para o trabalho do setor privado na agricultura sustent谩vel e no desenvolvimento de tecnologias relacionadas ao solo.

Nos v谩rios pain茅is de discuss茫o se enfatizou a necessidade de preencher as lacunas de conhecimento e aumentar a conscientiza莽茫o sobre a import芒ncia da biodiversidade do solo. Tamb茅m foi consenso a necessidade de se estabelecer o Observat贸rio Global da Biodiversidade do Solo e sua Rede T茅cnica de Biodiversidade do Solo. Al茅m disso, o Simp贸sio abriu caminho para a execu莽茫o do Plano de Implementa莽茫o “Iniciativa Internacional para a Conserva莽茫o e Uso Sustent谩vel da Biodiversidade do Solo”, com o objetivo de aumentar a mobiliza莽茫o de recursos e o investimento na melhoria da sa煤de do solo.

Durante o simp贸sio, Laura Bertha Reyes, Presidente da Uni茫o Internacional de Ci锚ncia do Solo (IUSS), apresentou um novo livro para crian莽as intitulado “O Mundo M谩gico da Biodiversidade do Solo”. Uma colabora莽茫o entre a FAO e a IUSS, o livro cont茅m uma cole莽茫o de dez hist贸rias infantis de todo o mundo.

Na sess茫o de encerramento, o Prof. Rattan Lal, vencedor do Pr锚mio Mundial de Alimentos de 2020, enfatizou que 鈥淓ste 茅 o momento de uma mudan莽a de paradigma e da constata莽茫o de que a sa煤de do solo, das plantas, dos animais, das pessoas e do meio ambiente 茅 uma e indivis铆vel, e que a Revolu莽茫o Verde do s茅culo 21 deve ser baseada no solo, no ecossistema e no conhecimento, ao inv茅s de impulsionada pelo aumento de insumos鈥. A estrat茅gia 茅 produzir mais alimentos com menos terra e 谩gua, usando menos fertilizantes, pesticidas e energia e com menos emiss玫es de gases de efeito estufa, para que possamos economizar recursos para a natureza e a biodiversidade, acrescentou. Para finalizar, Lal enfatizou que restaurar a sa煤de do solo 茅 essencial e cr铆tico para colocar de volta os Objetivos de Desenvolvimento Sustent谩vel.

As conclus玫es do simp贸sio e o caminho a seguir ser茫o publicados no documento final “Mantenha o solo vivo, proteja a biodiversidade do solo” que destacar谩 a import芒ncia da biodiversidade do solo n茫o apenas para a produ莽茫o de alimentos, mas para aumentar os benef铆cios para todos. O documento incluir谩 solu莽玫es baseadas na biodiversidade para desafios globais, bem-estar humano, sa煤de e alimenta莽茫o nutricional e novas descobertas medicinais, incluindo a descoberta de novos antibi贸ticos, relatou o Cientista do Solo da FAO e Secret谩rio da Global Soil Partnership Ronald Vargas, na sess茫o de encerramento.

Os solos s茫o um dos principais reservat贸rios globais de biodiversidade. Eles hospedam mais de 25% do suprimento mundial desse valioso recurso, de onde 95% dos alimentos que comemos s茫o produzidos. Al茅m disso, mais de 40% dos organismos vivos em ecossistemas terrestres est茫o conectados aos solos durante seu ciclo de vida.

Orgulhosa, a SBCS parabeniza aos organizadores, palestrantes e participantes pelo evento, especialmente aos associados da SBCS que tanto honram a nossa ci锚ncia do solo.

(Texto original produzido pelo professor Arnaldo Colozzi, diretor da Divis茫o 2 da SBCS- Processos e Propriedades do Solo)