Rattan Lal é condecorado com o World Food Prize 2020  

O ex-presidente da União Internacional da Ciência do Solo (IUSS), Rattan Lal, foi o escolhido para receber o World Food Prize 2020 por desenvolver e integrar uma abordagem centrada no solo para aumentar a produção de alimentos enquanto restaura e conserva os recursos naturais e mitiga as mudanças climáticas.

O World Food Prize é a principal honraria internacional que reconhece as conquistas de indivíduos que promovem o desenvolvimento humano melhorando a qualidade, quantidade ou disponibilidade de alimentos no mundo. A premiação é concedida pela World Food Prize Foundation, criada por Norman Borlaug, vencedor do Prêmio Nobel da Paz de 1970. O prêmio foi instituído em 1986, tornando-se uma referência mundial de reconhecimento a quem cria inovações e inspira ações para aumentar, de forma sustentável a qualidade, quantidade e disponibilidade de alimentos para todos.

Ao longo de sua carreira de mais de cinco décadas e em quatro continentes, o Dr. Lal promoveu técnicas inovadoras de economia de solo, beneficiando os meios de subsistência de mais de 500 milhões de pequenos agricultores, melhorando a segurança alimentar e nutricional de mais de dois bilhões de pessoas e economizando centenas de milhões de hectares de ecossistemas tropicais naturais. Rattan Lal é indiano, naturalizado americano e professor emérito da Ohio University. O ex-presidente da IUSS presidiu o 21st World Congress of Soil Science, realizado pela SBCS no Rio de Janeiro, em agosto de 2018. Esta é a quarta vez que o World Food Prize é concedido a um pesquisador da ciência do solo. Também já foram merecedores da premiação Pedro Sánchez/Cuba/USA, em  2002 , Edson Lobato/Brasil, em 2006  e Daniel Hillel/Israel, em 2012.

(Na foto, Rattan Lal durante a conferência de abertura do 21WCSS, no Rio de Janeiro)